7c6665a8 693e 4cb8 8446 293f8aecdb2f

A Prefeitura de Arapiraca tem realizado um trabalho incansável no sentido de manter a cidade cada vez mais limpa e agradável. Somente neste mês foram coletadas mais de 3 mil toneladas de descartes irregulares, em sua maioria os entulhos.

A maior parte desse material estava depositada em terrenos baldios, linhas férreas e, alguns casos, até em vias públicas, provocando inúmeros transtornos à população, a exemplo do mal cheiro e a proliferação de mosquitos, roedores e escorpiões.

Além dos transtornos urbanos, a retirada diária dos entulhos tem gerado um alto custo aos cofres públicos. De acordo com a superintendente de Limpeza, Cátia Oliveira, a população pode colaborar para que a cidade permaneça mais limpa.

“As pessoas que constroem casas ou fazem reformas devem contratar empresas terceirizadas para recolher o material e destiná-lo ao Centro de Tratamento de Resíduos (CTR), e não depositá-lo em terrenos baldios ou em vias públicas. A Prefeitura faz a limpeza e pouco tempo depois a situação se repete. É como se tivéssemos enxugando gelo”, lamentou a superintendente.

Do início do mês até agora os trabalhos para a retirada de entulhos estiveram concentrados em vários pontos da cidade, a exemplo da antiga estação ferroviária, Praça da Fumageira e linha férrea do Bairro Primavera, final da área verde do Bairro Itapoã, área por trás da AABB no Santa Esmeralda e ao lado do clube da Caixa, no Cavaco.

A Prefeitura de Arapiraca já mapeou áreas na cidade que deverão se transformar em ecopontos, ou seja, locais apropriados para o recebimento desse tipo de material. De acordo com Cátia Oliveira, até fevereiro do próximo ano pelo menos um dos ecopontos já deverá estar em pleno funcionamento na cidade.