22d212b4 d46e 42ac b7ef e8f6c289c127

O movimento grevista da Educação que bloqueou o acesso dos servidores municipais hoje ao Centro Administrativo ameaça o pagamento em dia da primeira faixa salarial dos servidores públicos.

O fato se deve à necessidade de finalização da folha de julho por parte das secretarias de Gestão e da Fazenda.

O ato hoje impediu que a população fosse atendida em todos os setores dos serviços públicos: saúde, obras, meio ambiente, serviços, finança, assistência social e a própria educação.

As informações dão conta que o movimento promete radicalizar ainda mais nos próximos dias, contrariando as ações de conciliação do Tribunal de Justiça e a própria negociação junto ao Poder Público Municipal.