826abf4c 1b59 4294 92ec f5335c977afe

Há décadas o torcedor brasileiro convive com as inconstâncias do futebol. Um dos grandes problemas da modalidade no Brasil, é a falta de planejamento, mais precisamente quando se trata da importância dada ao treinador e sua comissão técnica.

Diferente da grande maioria dos países onde o futebol é praticado, principalmente do cenário europeu, o Brasil tem a fama de não perdoar resultados negativos, sejam eles em curto, médio ou longo prazo, expondo treinadores e demitindo profissionais constantemente.

Este tipo de situação era mais comum em times com menor poderio financeiro, sem a possibilidade de manter uma organização profissional. Mas, há alguns anos atingiu a divisão de elite do futebol nacional, o que tem gerado revolta.

O Campeonato Brasileiro da Série A nem chegou na sua metade e quando estava na 13ª rodada, nove treinadores já haviam sido trocados em seus respectivos clubes. Pelo menos 16 técnicos do grupo do alto escalão estão no mercado e a indignação foi geral, tendo como porta voz o atual técnico do Fluminense, Abel Braga, que se disse favorável a uma greve da categoria e paralização do campeonato nacional por pelo menos uma rodada e foi apoiado pela. A Federação Brasileira dos Treinadores de Futebol (FBTF).

Em Arapiraca, a dificuldade financeira afetou o ASA, que mesmo chegando nas semifinais do estadual, tendo jogador na seleção do campeonato e o treinador Maurílio Silva como o melhor do estadual, acabou caindo após os primeiros resultados negativos no Brasileiro da Série C.

Atualmente no cargo, Marcelo Vilar criticou a cultura negativa no país e torce por mudanças. “Situação que já é recorrente no Brasil. Alguns profissionais vem se manifestando contra esses casos que atormentam os treinadores. Na verdade, os dirigentes confundem muito o resultado com trabalho. Muitas vezes o trabalho é bom, mas o resultado ocasionalmente não está vindo. É uma cultura, infelizmente. Mas esperamos que com esses grandes nomes, profissionais sendo demitidos e um movimento contrário, mudem esse cenário", finalizou.