683d2111 c341 457e aec5 bf338e0f0c4f

Um clássico com mais marcação do que chances de gol. Assim foi a partida entre ASA e CSA, na noite deste sábado (15) no Estádio Municipal Coaracy da Mata Fonseca em Arapiraca e que terminou empatado em 0 a 0, pelo Brasileiro da Série C.

O empate levou o CSA aos 19 pontos e segue na liderança do Grupo A da Série C. Na próxima rodada o time marujo recebe o Sampaio Corrêa no Estádio Rei Pelé. A igualdade não ajudou o ASA, que pensava em conseguir os três pontos para se aproximar do G4. Porém, com 11 pontos a equipe arapiraquense é a primeira fora da zona do rebaixamento e terá pela frente o Remo em Belém do Pará.

O JOGO – 1º TEMPO

Bola rolando em Arapiraca e não era o ASA que se sentia mais a vontade em campo. Sem seis jogadores considerados titulares, o time da casa via o CSA ter mais volume de jogo, mesmo que sem criar chances reais de gol.

O jogo era de muita marcação no Municipal de Arapiraca. Para piorar, o estado do gramado não era dos melhores e dificultava o jogo mais rápido e com maior qualidade na troca de passes.

A chance mais perigosa do primeiro tempo foi do CSA em jogada de Edinho, que invadiu a área e mesmo com Angulo livre, demorou a tocar e acabou desarmado pela defesa alvinegra, para desespera da torcida azulina.

2º - TEMPO

O segundo tempo parecia bem diferente da etapa inicial. As duas equipes percebiam que tinham espaço para atacar e dependia apenas deles para criar oportunidades. Não demorou muito para alguma das equipes chegaram.

Primeiro com o CSA. Daniel Costa fez belo cruzamento e encontrou o estreante equatoriano na área, que aproveitou a sua estatura para fazer um belo cabeceio, mas parou em grande defesa do goleiro Carlão do ASA. O goleiro alvinegro voltaria a fazer grande defesa, dessa vez no chute de Edinho.

Até os 15 primeiros minutos, o CSA mandava no jogo e parecia muito perto de abrir o placar. Aos poucos, o ASA colocava a bola no chão e tentava impor o seu ritmo e diminuir o ímpeto do time visitante.

Além de equilibrar o jogo, o time arapiraquense ainda tratou de mostrar as suas cartas e atacar o CSA. Por duas vezes, Jean Carlos chegou. Na primeira parando em boa defesa do goleiro Mota e na segunda, mandando para fora.

Nos minutos finais do jogo, as duas equipes estavam fechadas em campo. Ninguém se arriscava muito e as bolas na área era as opções. No último minuto de jogo o ASA ainda mandou bola no ferro de sustentação da trave pelo lado de fora, levantou a torcida, mas nada mais aconteceu no jogo. Final de partida em Arapiraca, ASA 0 x 0 CSA.