Bff9cdfb 4c4d 4d1f ad8e 38a3fc577f1a

Os vereadores Fábio Henrique, Léo Saturnino, Moisés Machado, Rogério Nezinho, Willomaks da Saúde, Thiago ML, Sérgio do Sindicato e Fabiano Leão, participaram na manhã desta segunda-feira (10), na sede da Governadoria do Agreste, em Arapiraca, de uma reunião com o vice-governador e atual secretário de Educação de Alagoas, Luciano Barbosa (PMDB), para tratar de assuntos importantes, ligados ao desenvolvimento de Arapiraca e da Região do Agreste.

Também participaram o deputado estadual Ricardo Nezinho (PMDB) e a vereadora por Porto Real do Colégio, Izabelita Enfermeira (PSDB).

Para os vereadores, o vice-governador Luciano Barbosa, fez uma explanação sobre os avanços da educação em Alagoas, onde falou sobre o projeto já em execução, do Escola 10, ressaltando que  Educação não se faz sozinho, mas sim, com a participação do governo do estado, dos pais e da sociedade como um todo.

Segundo ele, o projeto tem como metas, mobilização em prol da melhoria da qualidade de ensino na rede pública e dos índices educacionais do estado. 

“Denominada Escola 10, a iniciativa vai unir Estado e Municípios e visa garantir os direitos de aprendizagem dos estudantes, fortalecendo o Regime de Colaboração entre os dois entes federativos. Ao todo, o programa implica um investimento de R$ 30 milhões”, afirmou Luciano Barbosa.

Ele explicou, que o programa tem suas ações direcionadas para estudantes do Ensino Fundamental (3º, 5º e 9º anos) e estabelece as seguintes metas: garantir que todos os alunos da rede pública estejam alfabetizados em Língua Portuguesa e Matemática até o final do 3º ano do Ensino Fundamental; reduzir os índices de analfabetismo, evasão escolar e distorção idade-série (atraso escolar); melhorar a aprendizagem de estudantes do 5º e 9º anos e aumento do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB).

Ainda durante a reunião, também foram discutidos assuntos de interesse, não só de Arapiraca, mas de toda a Região do Agreste, como as ações de instalação do Instituto de Criminalística (IC), a ampliação do Instituto Médico Legal (IML), as obras de duplicação da Rodovia AL-110, reestruturação do Samu, entre outras importantes obras para o município de Arapiraca.

Durante a exposição para os vereadores, que contou ainda com a presença da vereadora de Porto Real do Colégio, Izabelita Enfermeira, o vice-governador e secretário estadual de Educação, Luciano Barbosa.

O programa tem suas ações direcionadas para estudantes do Ensino Fundamental (3º, 5º e 9º anos) e estabelece as seguintes metas: garantir que todos os alunos da rede pública estejam alfabetizados em Língua Portuguesa e Matemática até o final do 3º ano do Ensino Fundamental; reduzir os índices de analfabetismo, evasão escolar e distorção idade-série (atraso escolar); melhorar a aprendizagem de estudantes do 5º e 9º anos e aumento do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB).

O Governo vai oferecer apoio técnico e financeiro para os municípios que fizerem adesão ao programa de forma a implementar as ações acordadas entre ambas as partes.

“Esta parceria com os municípios chega em boa hora, pois eles são responsáveis por 95% das matrículas do 1º ao 5º ano e 75% das matrículas do 6º ao 9º ano. Temos uma grande dívida social com a nossa juventude e este programa afirma que a Educação é a nossa prioridade maior”, destaca o vice-governador e secretário de Estado da Educação, Luciano Barbosa.

Ao encerrar a reunião, o vice-governador convidou os vereadores e o deputado Ricardo Nezinho, para conhecerem as obras de reforma do Ginásio Quintela  Cavalcanti, Pedro Reis e Isaura Lisboa  (Epial ), que recebe complexo educacional com arena cultural, auditório, praças, piscina semi-olímpica, entre outros equipamentos públicos para desenvolver cada vez mais a Educação na segunda maior cidade de Alagoas. 

“Ouvi atentamente as reivindicações dos vereadores e vou ter uma reunião com o governador Renan Filho, onde levarei todas elas e retornarei com uma resposta”, garantiu Luciano Barbosa.
Para os vereadores, a reunião foi bastante proveitosa, porque sentiram no vice-governador e  secretário de Educação, a boa vontade em atender a todas as reivindicações.