Arapiraca participa de mobilização nacional de vacinação contra a gripe



Por Assessoria

O Dia D da Vacinação contra a gripe, promovido neste sábado (13), movimentou as Unidades Básicas de Saúde de Arapiraca (UBS),  que abriram em horário especial para atender à população. A expectativa da Secretaria Municipal da Saúde é imunizar 100%  das 51 mil pessoas inclusas no público- alvo da campanha, até o  dia 26 deste mês, última data do calendário da  vacinação, determinado pelo Ministério da Saúde.

O momento de acolhida, realizado pelas equipes das UBS, ainda contou com reforço do prefeito Rogério Teófilo e da secretária Municipal da Saúde, Aurélia Fernandes, que fizeram questão de participar diretamente do Dia D da Vacinação, com visitas a Unidades, onde puderam  acompanhar  a ação, conversar com diretores e a comunidade.

O prefeito Rogério Teófilo, em conversa com usuários da Unidade Básica de Saúde José Barbosa Leão, localizada no Bairro Planalto, ressaltou a importante participação das famílias, da administração da unidade e do trabalho humanizado realizado pela Secretaria da Saúde, com a adesão à  campanha da vacinação, ação voltada para a saúde dos arapiraquenses.

“Este é um importante momento para acompanhar o trabalho nas UBS e  dialogar com a comunidade. Então fiz questão de participar, junto com a secretária Aurélia, desse processo de humanização no serviço público. Acho que o prefeito não deve ficar somente no seu gabinete. Por isso venho realizando visitas a diferentes setores, desde unidades de saúde a escolas” ressaltou Rogério Teófilo.

Surpresa com a visita, Evanna Duarte, diretora da UBS Planalto, comentou sobre a felicidade em receber o prefeito e a secretária de saúde. “É praticamente um marco para esta unidade, que nunca recebeu a presença de gestores municipais. A ação representa a preocupação da atual administração com a população e os serviços prestados a ela”, ressaltou a diretora.

Para chamar a tenção da população, diretores de unidades de saúde capricharam na recepção. Na UBS Planalto, um carro de som reproduzia mensagem informativa sobre o Dia D e o convite a comparecer à unidade. Na entrada, bolas coloridas enfeitavam o local. Dentro do espaço,  as filas indicavam que a comunidade entendeu a importância da vacinação.

A direção da UBS Planalto disponibilizou de um espaço dedicado às crianças. Enquanto aguardavam a vez, participavam de atividade lúdica com papel, lápis de cor, fantasias e plaquinhas que enfatizavam a participação da campanha. Além disso, preocupada com quem chegou cedo à unidade, a diretora preparou uma mesa de lanches para a comunidade.

“Eu imaginava que, após a nossa campanha de divulgação do Dia D contra a gripe,com a participação da visita dos agentes de saúde nas casas dos moradores,  muitos chegariam cedo. Por isso pensei no lanche e também em espaço para ocupar  e entreter as crianças”, explicou  Evanna Duarte.

O casal Samuel Alfredo do Nascimento, 73 anos, e Helena Maria da Conceição, 70, foram juntos para tomar a dose da vacina. “Nós chegamos cedo para não perder a oportunidade. Todos os anos nós tomamos. Mas esse ano, além da vacina, ainda recebemos lanche. Estamos gratos pelo cuidado”, comentou Helena Maria.

A secretária de saúde explicou que, neste sábado, 23 UBS participaram da campanha. Deste total, duas localizadas na zona rural e, as demais, na zona urbana do município. “Optamos por realizar o processo de vacinação da zona rural direto com o agente de saúde, em unidade móvel. Com exceção das comunidades Vila São José e Canaã. A ideia é chegar à população, facilitar o seu acesso à vacina e conseguir a meta 100% de imunização”, explicou Aurélia Fernandes.

A vacina

A vacina contra gripe reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença, internações ou, até mesmo, óbitos. Além de imunizar as pessoas contra a gripe A H1N1, a imunização protege a população contra as gripes típicas do inverno: A/H3N2 e influenza B.

Público-alvo

Na lista do público-alvo, estabelecida pelo Ministério da Saúde, estão crianças de seis meses a menores de cinco anos; pessoas com 60 anos ou mais; trabalhadores de saúde; povos indígenas; gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto); população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais, além dos professores.

Casos

De acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde, Arapiraca não registrou casos da gripe influenza, mas é preciso ficar atento. No ano passado, o Ministério da Saúde registrou 12.174 casos de influenza de todos os tipos no Brasil. Deste total, 10.625 foram por influenza A (H1N1), sendo 1.987 óbitos. Em relação ao vírus Influenza A (H3N2), foram notificados 49 casos e 10 mortes.



Veja Mais


Comentários

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.


  • Avatar

    {{ comment.nome }}

    {{ comment.created_at | date : 'dd/MM/yy HH:mm' }}

    {{ comment.comentario }}