14946723211063

O deputado estadual Jairzinho Lira (PMDB) foi condenado em primeira instância pelo juiz Aloysio Cavalcanti Lima, da 12ª Vara Federal. O parlamentar é acusado de improbidade administrativa durante o período em que foi prefeito do município de Lagoa da Canoa. A sentença foi publicada nesta quinta-feira (11O no Diário Oficial da Justiça Federal.

Em nota, o deputado esclarece que estará recorrendo da sentença e alega inocência. Confira a nota na íntegra:

Senhoras e senhores cidadãos alagoanos, venho, através desta nota emitir esclarecimentos, no que diz respeito às notícias/publicações acerca de decisão judicial a qual eu e minha esposa seríamos partes.

Num primeiro momento é importante relatar que, todo gestor municipal, quando do exercício de sua função, é passível de ser alvo de processos judiciais, bem como de decisões que, acertadas ou não, tem que ser tomadas pelos magistrados.

No meu caso, é importante ressaltar que o magistrado entendeu que não houve nenhum tipo de dano ao erário, tampouco enriquecimento ilícito... Para que meus eleitores e todos cidadãos tenham conhecimento, os motivos que foram postos, dizem respeito a erros formais em processos.

Mesmo assim, estou recorrendo da sentença para que ela seja reformada e mostre que somos inocentes e que não temos nada que nos desabone. Nosso país, por força da democracia, nos garante o contraditório e ampla defesa, institutos que, bem utilizados, mostram a verdade das situações.

Portanto, com a certeza de que não praticamos nenhum ato ilícito, temos a certeza de que a decisão será tão logo modificada e o erro seja sanado!

Agradeço a todos pelo apoio e tenho certeza de que mais obstáculos virão e sempre cuidaremos de ultrapassá-los uma a um, para o bem de toda a população alagoana! Jairzinho Lira