14903809125129

Encontrar uma fábrica de laticínios sem lactose, na zona rural de Limoeiro de Anadia (AL), é uma dessas surpresas que o empreendedorismo jovem proporciona.

A empresa Tudo Bem, cuja singularidade começa na filosofia interna e se materializa no visual adotado nas dependências da empresa, vai completar um ano de produção em 2017, com a fabricação de queijos coalho, cottage, minas e ricota.

A Tudo Bem se propõe a ofertar produtos lácteos saudáveis, sem perder o sabor de alimento feito na roça, apesar de toda a tecnologia empregada.

O diretor-geral e sócio-proprietário, Guilherme Amaral, 31 anos, conta a história da empresa com orgulho. Afinal, retoma toda uma trajetória familiar, iniciada ainda na década de 1950, com seu avô Sílvio que mantinha um laticínio em Major Izidoro. A empreitada foi interrompida com a morte prematura do patriarca e retomada, mais de meio século depois, por dois filhos e dois netos. “Fazemos produtos a partir de leite de verdade”, destaca Amaral.

Hoje, a fábrica conta com 13 funcionários. O leite vem da fazenda da família, em Major Izidoro em caminhões adequados, durante a noite, e é processado, em maquinário com tecnologia de ponta, em Limoeiro de Anadia de onde saem os produtos para sete municípios alagoanos: Maceió, Arapiraca, Penedo, São Miguel dos Campos, Barra de São Miguel, Marechal Deodoro e Rio Largo.

Com muita leveza, irreverência e ousadia, a Tudo Bem visa à expansão da distribuição dos produtos para outros estados e também à diversificação. A previsão é lançar, ainda neste semestre, o requeijão e o iogurte sem lactose.

No mercado, os queijos e a ricota são bem aceitos pelo público e estão em mais de 80 pontos de venda, somente em Maceió. “Queremos crescer de forma sustentável”, explica Guilherme Amaral, que também é consultor do Sebrae Alagoas. Em Arapiraca, os produtos podem ser encontrados nos principais supermercados da cidade.