14891040251046

Já tem cerca de um mês que ela foi realizada, mas só agora pesquisa para governador e senador começa a circular fora dos gabinetes dos principais políticos alagoanos. Alguns viram os números com alegria, outros, nem tanto.

Eu recebi os dados pelo WhatsApp, inclusive com imagem. Algumas fontes  – que consultei - afirmaram que haviam tomado conhecimento, viram os dados e sabiam qual instituto fez o levantamento e quem a pediu.

Uma omissão da mensagem pela rede social - onde foi realizada, por exemplo -, consegui levantar que a área abrangida pelos pesquisadores foi a grande Maceió.

Mas não consegui descobrir quantas pessoas foram ouvidas, grau de instrução, idade, sexo, entre outros detalhes que dão maior credibilidade a esse tipo de levantamento.

Porém, os números começam a circular, começam a sair de alguns poucos gabinetes. Outras pessoas do meio político viram ou ouviram falar dessa pesquisa, apesar de os dados que obtive estarem incompletos, repito.

Abaixo alguns números da pesquisa:

Dos nomes citados, em quem você votaria para governador?

Rui Palmeira lidera com 21,5%; Renan Filho tem 20,75%; JHC 19%; Collor 12%; Teotonio Vilela 2%; nenhum 13% e não opinaram 11,75%.

Na pergunta seguinte, se a disputa for entre Rui e Renan Filho, o prefeito de Maceió aparece com 39% e o governador tem 29,25%. 18% não votariam em nenhum dos dois e 13,75% não opinaram.

Em outra questão, 47,5% disseram que aprovam a administração do governador Renan Filho, 28% desaprovam e 24,5% não opinaram.

O entrevistado também foi questionado, com os nomes sendo apresentados, em quem não votaria para governador.  Fernando Collor lidera com 16%; Renan Filho 8,5%; Teotonio Vilela 7,5%; JHC 6,5%; Rui 4,5%; nenhum 13%; nada contra 8,5% e 35,5% não opinaram.

Também foram apresentados nomes na disputa pelo Senado. Heloísa Helena lidera com 23,75% das intenções de votos; Ronaldo Lessa 23%; Benedito de Lira 15,75%; Renan Calheiros 14%; Rodrigo Cunha 13,25%; Teotonio Vilela 12,5%; ministro Marx Beltrão 8,5%; nenhum 16% e não opinaram 29%.  

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES:

Não é surpresa Rui e Renan ocuparem os primeiros lugares. Embora o prefeito apareça muito bem em todos os quesitos apresentados na disputa com os demais – o que o torna bastante competitivo - pende a favor de Renan Filho a aprovação da sua administração.

Também não é surpresa HH e Lessa liderarem a disputa pelo Senado. Se souberem a administrar o tom do discurso – principalmente Heloísa – e as alianças, tendem a ficarem ainda mais competitivos.

Quanto ao mestre da política, senador Renan Calheiros, sua chance de renovar o mandato está no que sempre teve de melhor: evitar o excesso de nomes competitivos, deixar o eleitor sem muitas opções e montar um imenso arco de alianças na capital e no interior. 

Porém, pelo retrato de momento dessa pesquisa, o pleito de 2018 estará sujeito a chuvas e trovoadas. Basta observar, para comprovar, os percentuais de pesquisados que não opinaram, optaram por nenhum, não votariam ou desaprovam.

Vale também registrar os bons números de Rodrigo Cunha e JHC, assim como o resultado ruim do ex-governador Teotonio Vilela.

Entretanto, ainda tem muita Lava Jato. Ainda é muito cedo. O imponderável e o imprevisível, que sempre andaram de mãos dadas com o mundo político, somados ao descrédito da classe, nunca estiveram tão presentes como estão neste momento.