Arapiraquenses relatam sonhos, conquistas e lutas das mulheres na sociedade atual



Por Assessoria
(Assessoria)

“Meu sonho é viver num mundo mais igualitário, onde mulheres e homens possam ter direitos e deveres iguais”. Esse foi o relato da vendedora ambulante Jailma de Paula, uma das arapiraquenses beneficiadas com as ações da Prefeitura de Arapiraca que, na manhã desta quarta-feira (8), movimentou a Praça Marques da Silva, no Centro da cidade.

Diariamente, Jailma se acorda logo cedo e percorre vários bairros da cidade vendendo sucos e salgadinhos para sustentar a família. Ela lamenta que apesar de exercerem as mesmas funções dos homens, na maioria das vezes as mulheres não são reconhecidas ou valorizadas pela sociedade. “Somos tão capazes quanto os homens, mas ainda precisamos vencer muitos preconceitos”, frisou.

Técnicas da Secretaria Municipal de Assistência Social e Políticas Públicas da Mulher realizaram uma espécie de blitz, levando orientação e uma mensagem de carinho para as mulheres que passavam pelo local. O grupo também visitou estabelecimentos comerciais e distribuiu bottons com lacinhos rosas, um dos símbolos da causa feminista, além orientações sobre a Lei Maria da Penha.

Para a vendedora Patrícia Oliveira, o dia 8 de março representa um momento de alerta para as mulheres, que diariamente sofrem agressões de todos os tipos, praticados por uma sociedade machista e preconceituosa.

“A história do sexo frágil é coisa do passado. Hoje nós mulheres estamos conquistando nosso espaço na sociedade, principalmente no mercado de trabalho, que a cada dia vem abrindo novas portas para o público feminino”, frisou a vendedora.

A equipe presente à blitz foi coordenada pela superintendente de Políticas Públicas para a Mulher, Valéria Montoni, que fez questão de enfatizar a importância daquela data para a mulher arapiraquense.

“Hoje é um dia especial, onde se comemora o Dia Internacional da Mulher. A sociedade deve entender que a valorização e o respeito à mulher deve acontecer todos os dias. É por isso que a Prefeitura de Arapiraca não tem medido esforços no sentido de promover as políticas voltadas à mulher arapiraquense”, finalizou a superintendente.



Veja Mais


Comentários

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.


  • Avatar

    {{ comment.nome }}

    {{ comment.created_at | date : 'dd/MM/yy HH:mm' }}

    {{ comment.comentario }}