14818004333493

Após duas décadas de muita luta e dedicação da família Teófilo para deixar uma marca na cultura arapiraquense, o Teatro Cenecista Thereza Auto Teófilo será inaugurado na noite desta sexta-feira (16) com atrações artísticas da cidade de Arapiraca.

Localizado no centro da Capital do Agreste, mais precisamente na rua Estudante José de Oliveira Leite, o prédio será utilizado por companhias, coletivos e demais grupos ligados à cultura.

O prédio conta com uma grande estrutura, com 320 lugares, palco com 90 m², poço para orquestra de 80 componentes, quatro camarins, três camarotes, sala técnica de som e iluminação, e tratamento acústico de última geração.

A abertura da solenidade, marcada para às 18:30 ficará sob responsabilidade da Banda de Fanfarra do Colégio Cenecista Nossa Senhora do Bom Conselho, que há mais de 60 anos abrilhanta os eventos da instituição, tendo inclusive ganhado o 2º lugar no Concurso Nacional de Bandas e Fanfarras.

A inauguração será realizada às 19h, onde haverá visita a todos os ambientes do teatro, com o descerramento de placas. 

A grande homenageada da noite é a mulher por trás do nome dado ao teatro: Thereza Auto Teófilo, uma das maiores incentivadoras da cultura que Arapiraca já teve.
O prefeito eleito do município, Rogério Teófilo, filho da homenageada, explicou que o teatro sempre foi um sonho dela. 

"Nós estamos abrindo as portas do Teatro Thereza Teófilo para os artistas dessa terra. É um sonho da minha mãe que não está mais aqui. Sonho de uma pessoa que lutou por isso. Ela era jovem e da vanguarda, e pediu, um ano antes do seu falecimento, que eu construísse um teatro, já que os cinemas não funcionavam mais", disse Rogério.

Também será homenageado o casal José Ferreira (in memorian) e Edith Barbosa, fundadores do cine-teatro Trianon, o primeiro empreendimento cultural de Arapiraca, inaugurado em 1952. O nome do casal será dado a uma galeria de arte, onde serão expostas obras dos artistas plásticos Ismael Pereira, Renan Padilha, Alan Carllos, José de Sá, Marcelo Mascaro, Antônio Albério, Valter, Júnior Borges (in memorian), e Felipe Ronaldi (in memorian).

A solenidade também contará com dois concertos, um de piano e canto lírico, apresentado pelos músicos Marcus Mausan e Nibbya Karlla, e o instrumental de violões da dupla Duofel, apresentado pelos músicos Luiz Bueno e Fernando Melo, este último filho de Arapiraca.