Ídolo da música eletrônica internacional leva DJ arapiraquense para show em São Paulo



Por Assessoria

Eleito top 1 da música eletrônica no País e único brasileiro a constar na revista especializada inglesa, DJ Mag, entre os 100 melhores do mundo, o jovem Alok escreveu novo capítulo em sua história.

Na última sexta-feira (8), no Brazilian Bass, na casa de show paulista Áudio Club, ele juntou mais de 4 mil fãs e, um convidado especial: o jovem arapiraquense Luiz Felipe Alves Pereira, 21 anos, portador de necessidades especiais e que também aposta na carreira da música eletrônica.
 
Felipe e seus pais, o comerciante Luiz Alfredo e a mãe, a jornalista Mônica Nunes, foram levados ao show à convite do artista, que custeou todas as despesas da família, depois que conheceu a história do jovem arapiraquense através das redes sociais. No evento Felipe recebeu tratamento diferenciado e, para surpresa de toda família, Alok convidou Felipe para subir ao palco e tocarem juntos a balada mais famosa da atualidade no gênero " System of a Down", um remix da música B.Y.O.B. " Foi incrível, levantou a galera, que dançou junto", comentou Mônica.

A oportunidade dada a Luiz Felipe soou como música aos olhos do pai, Luiz, que acompanha a carreira do filho de perto e vibrou com a iniciativa do Dj brasileiro na luta pela inclusão. " Ele foi generoso ao chamar Felipe pra estar aqui; deixar ele tocar junto foi além das expetativas. Ele deu show também na inclusão", comentou. 

Alok teve a iniciativa após ver, através do Instagram da Rio 2016,  a postagem sobre a passagem da Tocha Olímpica em Arapiraca, onde Felipe foi um dos revezadores. Na ocasião, Felipe mandou um recado ao Dj brasileiro que, inesperadamente, foi ouvido. " Alok, um dia você vai para um show meu", disse o menino à reportagem. O convite foi ouvido e Alok antecipou os fatos. A produção do artista entrou em contato com a família, oficializou o chamado e, na última sexta o sonho do jovem promissor de Arapiraca, se realizou. 

"Eu estava muito nervoso, mas foi maravilhoso. Ele me convidou para tocar outra vez, quando for a Maceió. E vamos tocar juntos de novo", comemorou Felipe, que mantém um canal no YouTube, o Viver a Vida sem Limites, onde conta a história de sua vida, eventos que participa e a luta pela inclusão. Próxima parada: o lançamento de um livro e uma viagem ao extremo sul da América Latina, o Ushuaia, na Argentina, onde pretende ir com o pai, a bordo de uma kombi. Mas isso, é outra história.



Veja Mais


Comentários

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.


  • Avatar

    {{ comment.nome }}

    {{ comment.created_at | date : 'dd/MM/yy HH:mm' }}

    {{ comment.comentario }}