Papo de Nutri

KEEP CALM Tô NA TPM

05ce452e abc0 4b90 9e55 5a07abea80b5

                  “Contra fatos e Mulheres de TPM não há argumentos!!”. Frases como essa a internet está cheia. Bem, isso porque 7 entre 10 mulheres sofrem desse mal e é um tema que não interessa só as mulheres. Vamos ser sinceras: se você mesma não se suporta neste período ( Eu me incluo) imagine os nossos  namorados, maridos e filhos!? No final da história toooodo mundo, homens e mulheres, direto ou indiretamente, sofrem com a TPM. Complicado, né?

                   A Síndrome de Tensão Pré Menstrual ou, simplesmente, Tensão Pré Menstrual pode ser definida como um conjunto de sinais e sintomas físicos e psicológicos que ocorre na fase lútea do ciclo menstrual. No consultório, os sintomas mais relatados são: retenção hídrica, irritabilidade, ansiedade, sensibilidade  “a flor da pele”, fadiga, insônia, aumento ou redução do apetite, compulsão por doces.  E como aliviar esses sintomas?  A alimentação equilibrada e a utilização da Fitoterapia têm atuado na melhora da qualidade de vida das mulheres (e dos que convivem com ela, vamos deixar claro. Rsrs) nesse período.

Cromo: é um mineral que participa da secreção de insulina, desta forma, quando há carência os sintomas como: compulsão por doces, aumento do apetite podem estar exacerbados. O ideal é aumentar o consumo de alimentos ricos neste mineral ( grãos integrais, espinafre, brócolis, leite e derivados, etc) ou suplementá-lo (cromo picolinato);

 Magnésio: importante no tônus vascular, o aumento no consumo de alimentos ricos em magnésio (vegetais escuros folhosos, oleaginosas, cereais integrais e frutas e legumes) e / ou a suplementação vai favorecer aquelas pessoas que sofrem de inchaço nas pernas durante a TPM;

Vit B6:  é responsável pelo metabolismo das proteínas, dos carboidratos e gorduras, e é fundamental para o desenvolvimento do sistema nervoso central e da função cognitiva. O consumo adequado vai permitir combater a depressão e a ansiedade presentes na TPM. Fontes: semente de girassol, banana, atum, ervilha, inhame, pão de trigo integral, nozes, bife de fígado, alho, espinafre, melancia, abacate, etc.

Óleo de Prímula: O óleo das sementes de prímula é utilizado em mais de 30 países como um suplemento nutricional, contribuindo para uma boa qualidade de vida. A ingestão do óleo de prímula pode auxiliar atenuando os sintomas da tensão pré-menstrual tais, como: como irritabilidade, dores de cabeça, inchaço de seios, dores e inchaços abdominais, edema e ganho de peso.

Ômega-3:  Os peixes de água fria (salmão, arenque, atum) e óleo de linhaça são ricos em ômega-3, uma gordura que tem propriedades antiinflamatórias e contribui para a diminuição do aparecimento de espinhas e de celulite como, também, auxilia na manutenção do bom humor.

Lactobacilos :  os probióticos também são muito importante, já que um de seus benefícios é contribuir com a saúde intestinal, fazendo com que o intestino funcione regularmente e elimine toxinas (subprodutos do metabolismo).

                   Na dúvida, procure um Nutricionista. Ele vai te auxiliar nas melhores escolhas e estratégias.

 

Taina Santos, Gisely  Lopes. TENSÃO PRÉ-MENSTRUAL (TPM): FITOTERAPIA BASEADA EM EVIDÊNCIAS. Revista UNINGÁ , V.24,n.3,pp.139-145 (Out - Dez 2015)

Ana Cunha et al. EFEITOS DO MAGNESIO SOBRE A ESTRUTURA E FUNÇÃO VASCULAR. Disponível  http://revista.hupe.uerj.br/detalhe_artigo.asp?id=92 em 26/06/2017.

Fabiana Aun, Marcia Pinheiro. ALIMENTAÇÃO E SÍNDROME DE TENSÃO PRÉ MENSTRUAL. Disponível http://www.mackenzie.com.br/fileadmin/Pesquisa/pibic/publicacoes/2011/pdf/nut/fabiana_vazquez.pdf em 24/06/2017.

Por: Dra. Renata Queiroz
Especialista em Emagrecimento e Nutrição Aplicada ao Esporte
Arapiraca - Clinica Santa Fé: 99681.1617 / 99104.7738
Santana do Ipanema – Clinica Santa Joana: 3621.1125
Maceió – GASTROMED (Shopping Maceió) – 3325.7470 / 3327.0136

 

Nutricionista dá dicas sobre como turbinar a imunidade no inverno

806ec495 f6f5 4634 86e7 ed8ef2438bb1

O inverno tá batendo na nossa porta e, com ele, as famosas gripes e resfriados. Se você fica doente com facilidade, Cuidado!! Isso pode ser um sinal de imunidade baixa.  O sistema imunológico tem a função de defender o organismo de agentes agressores (vírus, bactérias, etc). Você sabia que existe uma relação importante entre a NUTRIÇÃO e  IMUNIDADE?  Pois bem, os nutrientes agem de forma significativa para o aumento do nosso sistema de defesa, tornando-se necessário uma alimentação ADEQUADA e EQUILIBRADA.

Abaixo, alguns nutrientes, com suas respectivas fontes, que vão turbinar a sua imunidade nesse inverno.

Vit A: Cenoura, abóbora, fígado, espinafre cozido, melão, brócolis, mamão, manga, pêssego, beterraba, alho, alho poro, lentilha, melancia, banana, caqui, gema de ovo, damasco;

Vit E: Germe de trigo, óleos de soja, arroz, óleo de milho e girassol, abacate, gema de ovo, vegetais folhosos (rúcula, couve), cenoura, chuchu e pimenta;

Vit C: Goiaba, agrião, caju, espinafre, melão, frutas cítricas (Kiwi, limão, acerola, laranja, abacaxi), couve, brócolis, tomate, pimentão amarelo, gengibre;

Zinco: mariscos, ostras, carnes vermelhas, fígado, miúdos, ovos, nozes e leguminosas.

Selênio: castanha do pará, farinha de trigo, ovo, frango cozido, feijão, alho, arroz;

Vit B6: Levedo de cerveja, lentilha, arroz integral, semente de girassol, soja, germe de trigo, banana, cenoura, abacate, melão, vísceras, peixe,frango, gema de ovo, nozes.

E aí, achou que seria difícil manter a saúde em dia? Grande parte dos alimentos citados encontramos facilmente nos pequenos e grandes centros comerciais. Por outro lado, algumas situações podem derrubar a nossa imunidade.

Consumo excessivo de álcool. O álcool é um intoxicante metabólico e, além disso, pode levar à algumas carências nutricionais;

Dietas ricas em açucares, principalmente o refinado, pois impedem que as nossas células de defesa atuem contra bactérias;

Magreza e obesidade estão associadas a um sistema imunológico debilitado. A obesidade aumenta o risco de infecções e dietas restritivas diminuem as nossas defesas;

Que tal juntarmos algumas “coisinhas” e fazermos um suco verde? Ahh, tá frio, né? Melhor um chá?  Pensando bem, vamos fazer os dois!! rs

 

Suco Verde

INGREDIENTES:

1 Kiwi descascado

Suco puro de 1 Limão

½ Manga pequena

1 folha de couve

½ col chá de gengibre

1 copo (200ml) de Água de Coco

Bata tudo no liquidificador e beba em seguida (Não é necessário adoçar   nem coar)

 

Chá

INGREDIENTES:

1 Limão

1 dente de Alho

1 col sobremesa de mel de abelha

1 copo de agua mineral

 

Coloque a água em um recipiente, e leve ao fogo. Pique o dente de alho. Quando a água alcançar fervura, adicione o alho e deixe ferver por cinco minutos. Em seguida, esprema o limão e adoce com o mel e tampe, deixando descansar por aproximadamente cinco minutos. Coe o alho e tome logo em seguida, o chá deve ser consumido ainda morno.

Como Turbinar a Sua Imunidade no Inverno

5667d9f3 f5fd 4524 b5b8 8b27945ca1d5

               O inverno tá batendo na nossa porta e, com ele, as famosas gripes e resfriados. Se você fica doente com facilidade, Cuidado!! Isso pode ser um sinal de imunidade baixa.  O sistema imunológico tem a função de defender o organismo de agentes agressores (vírus, bactérias, etc). Você sabia que existe uma relação importante entre a NUTRIÇÃO e  IMUNIDADE?  Pois bem, os nutrientes agem de forma significativa para o aumento do nosso sistema de defesa, tornando-se necessário uma alimentação ADEQUADA e EQUILIBRADA.

               Abaixo, alguns nutrientes, com suas respectivas fontes, que vão turbinar a sua imunidade nesse inverno.

Vit A: Cenoura, abóbora, fígado, espinafre cozido, melão, brócolis, mamão, manga, pêssego, beterraba, alho, alho poro, lentilha, melancia, banana, caqui, gema de ovo, damasco;

Vit E: Germe de trigo, óleos de soja, arroz, óleo de milho e girassol, abacate, gema de ovo, vegetais folhosos (rúcula, couve), cenoura, chuchu e pimenta;

Vit C: Goiaba, agrião, caju, espinafre, melão, frutas cítricas (Kiwi, limão, acerola, laranja, abacaxi), couve, brócolis, tomate, pimentão amarelo, gengibre;

Zinco: mariscos, ostras, carnes vermelhas, fígado, miúdos, ovos, nozes e leguminosas.

Selênio: castanha do pará, farinha de trigo, ovo, frango cozido, feijão, alho, arroz;

Vit B6: Levedo de cerveja, lentilha, arroz integral, semente de girassol, soja, germe de trigo, banana, cenoura, abacate, melão, vísceras, peixe,frango, gema de ovo, nozes.

               E aí, achou que seria difícil manter a saúde em dia? Grande parte dos alimentos citados encontramos facilmente nos pequenos e grandes centros comerciais. Por outro lado, algumas situações podem derrubar a nossa imunidade.

  • Consumo excessivo de álcool. O álcool é um intoxicante metabólico e, além disso, pode levar à algumas carências nutricionais;
  • Dietas ricas em açucares, principalmente o refinado, pois impedem que as nossas células de defesa atuem contra bactérias;
  • Magreza e obesidade estão associadas a um sistema imunológico debilitado. A obesidade aumenta o risco de infecções e dietas restritivas diminuem as nossas defesas;

            Que tal juntarmos algumas “coisinhas” e fazermos um suco verde? Ahh, tá frio, né? Melhor um chá?  Pensando bem, vamos fazer os dois!! rs

 

Suco Verde

INGREDIENTES:

1 Kiwi descascado

Suco puro de 1 Limão

½ Manga pequena

1 folha de couve

½ col chá de gengibre

1 copo (200ml) de Água de Coco

Bata tudo no liquidificador e beba em seguida (Não é necessário adoçar   nem coar)

 

Chá

INGREDIENTES:

1 Limão

1 dente de Alho

1 col sobremesa de mel de abelha

1 copo de agua mineral

Coloque a água em um recipiente, e leve ao fogo. Pique o dente de alho. Quando a água alcançar fervura, adicione o alho e deixe ferver por cinco minutos. Em seguida, esprema o limão e adoce com o mel e tampe, deixando descansar por aproximadamente cinco minutos. Coe o alho e tome logo em seguida, o chá deve ser consumido ainda morno.

 

            Gostaria de agradecer ao Thiago Lima de Melo (@thglimamelo) que sugeriu o tema no meu IG @nutrirenataqueiroz. ;)

Por: Dra. Renata Queiroz
Especialista em Emagrecimento e Nutrição Aplicada ao Esporte
Arapiraca - Clinica Santa Fé: 99681.1617 / 99104.7738
Santana do Ipanema – Clinica Santa Joana: 3621.1125
Maceió – GASTROMED (Shopping Maceió) – 3325.7470 / 3327.0136

Que tal um jantar afrodisíaco no dia dos namorados?

A3d3972b 823d 4348 94b4 87e8184ff3e3

Ouvi muita gente comentando: “ Dia dos Namorados em plena segunda feira ninguém merece!!!

Temos que concordar: a segunda é o dia internacional da preguiça. E como conciliar a preguiça com um dia que tem que ser, no mínimo, caliente? Aí entram em jogo os nossos dotes culinários. Vamos fazer um jantarzinho afrodisíaco? Vamos lá para algumas dicas?

Dica 1: “Estar com a autoestima nas alturas”. Eu considero esse o principal ingrediente afrodisíaco. Quando nos sentimos lindas (os) qualquer dia ou hora estamos prontos e a ponto de bala (rs). Autoestima em alta? Vamos para a segunda dica...

Dica 2: Escolher bem os alimentos. Alguns deles podem acabar de vez com a sua noite, por isso, devem ser evitados, pois exercem ação nada propícia ao clima romântico: frituras e carnes gordas, que dificultam digestão; couve, repolho, couve-flor e leguminosas, como feijão, lentilhas e batata doce, que provocam gases pelo teor de fermentação; além de alho e cebola, que causam mau hálito. As massas cheias de queijo também não são uma boa escolha. Já pensou a sua gata ou seu boy “empachado (a)” , cheio(a) de gases ou com aquele hálito de cebola ou alho (Ninguém merece!!). Vou deixar lá embaixo um modelo de cardápio.

Dica 3: A SOBREMESA. Ahhh, essa tem que escolher a dedo. São 4, os alimentos que levantam a moral de qualquer pessoa: Pimenta (nesse caso você pode optar pela geléia de pimenta, ela é doce e só levemente picante), o chocolate, o morango e o chantilly. Na verdade, você pode fazer uma combinação entre eles. Vamos lá.. Forre o fundo de uma taça de sobremesa com um pouco de chantilly, coloque 2 ou 3 morangos inteiros em cima (com o talinho para baixo), pingue um pouco de geleia de pimente por cima (à gosto), finalize regando com uma calda de chocolate meio amargo. Fica deliciosa e você pode optar por não comer logo após o jantar. De repeeeente até utilizar como um joguinho na hora mais picante da noite. (Não preciso desenhar, né? Rsrsr). Uma ressalva: se optar por utilizar a sobremesa para joguinhos sexuais sugiro que não utilize a pimenta.

Dica 4: A BEBIDA: o álcool na verdade, até certo ponto, nos deixa um pouco “assanhadinhos” mas, em excesso, ele pode ser “brochante”. Portanto, MODERAÇÃO. Escolha um vinho que harmonize com a sua carne. No geral, o Vinho branco ou rosés pra peixes e aves e o tinto pra carnes vermelhas ( não indico, as carnes vermelhas tem um tempo de digestão mais longo)

Modelo de cardápio

Entrada: Salada tropical ( 3 tipos de alface, rúcula, tomate cereja, cenoura ralada, manga em tiras, ricota em cubos e, para regar, um molho de mostarda e mel)

Prato principal: Salmão ao molho de gengibre, arroz integral com lascas de amêndoas ou nozes picadas e brócolis.

OBS: Se alimentar de peixes como salmão e atum aumenta a produção de ômega-3 e ácidos graxos que elevam as taxas dos hormônios sexuais. Para completar, a utilização de gengibre no preparo da comida pode influenciar na lubrificação da vagina.

Bebida: Vinho Branco ou rosés

Tudo pronto!! Mas, lembre-se: Além de uma alimentação, é importante destacar que a prática de exercícios é indispensável para manter um bom desempenho sexual.

Feliz Dia dos Namorados!!!


 

Por: Dra. Renata Queiroz
Especialista em Emagrecimento e Nutrição Aplicada ao Esporte
Arapiraca - Clinica Santa Fé: 99681.1617 / 99104.7738
Santana do Ipanema – Clinica Santa Joana: 3621.1125
Maceió – GASTROMED (Shopping Maceió) – 3325.7470 / 3327.0136

Comercial (82) 3313.6040 (82) 99812.2189 comercial@cadaminuto.com.br
Redação (82) 3313.2162 (82) 99664.2221 fale@minutosertao.com.br