Postagens


“Anjas” da capital metropolitana do agreste brindam à amizade


Por Lourdes Rizzatto & Silvestre Rizzatto

Um anjo, segundo uma das definições encontradas na internet (¹), é uma criatura espiritual que habita no céu e tem a função de mensageiro entre Deus e os seres humanos. Esta palavra grega “ággelos” que significa “mensageiro”, sempre foi usada de forma metafórica em várias situações e, em uma delas tive o prazer de registrar a força e a energia que traz esta definição quando se toma posse do seu significado. Com algumas “ressalvas”, é claro, por levar em conta que “as anjas” por mim registradas possuem o livre arbítrio, diferentes dos seres espirituais criados com o objetivo único de dar glória e cumprir a vontade de Deus.

Mas, creio sim que as “anjas humanas” se uniram para cumprir a vontade de Deus, mesmo que a princípio há quatro anos elas não tenham percebido este propósito. O que seria uma reunião de mulheres para fortalecer a amizade, sorrir, brincar e cuidar uma das outras em sigilo, ao meu ver, se tornou um aprendizado de valorização de pequenos gestos de afeto, de exercício à oração ao próximo, do abrir-se para conhecer o seu semelhante e, principalmente, descobrir a dádiva divina do compartilhar o lado positivo da vida, seja em gestos, pensamentos, palavras ou ações.

Minhas lentes registraram sorrisos, o carinho de um lar preparado para receber pessoas queridas, a festa encantadora com a troca de presentes, a animação de uma “Drag Queen” linda e performática, a alegria contagiante de uma banda que colocou todo mundo para dançar, e meninas de todas as idades que encararam de forma leve e feliz o lado TOP MODEL que toda mulher tem, mas que dificilmente assume. Porém, meu coração captou em cada “anja” a busca individual do estar presente, o recado tanto da “protetora” quanto da mulher membro de um grupo que busca evoluir como ser humano.

A lição que estas “mensageiras” também deixaram para mim tem a ver com o respeito à memória de uma amiga. “Uma anja que assumiu seu posto celestial” se fez presente em espírito através dos filhos, das lindas lembranças compartilhadas, da alegria que não partiu com ela, mas que ficou de forma única, pessoal e intransferível em cada amiga “anja”. Fátima Guedes, a “Fatinha”, amou amar a vida e estas mulheres celebraram em sua memória, a amizade e a felicidade do compartilhar que une seres vivos e espirituais.  

A todas as “anjas” sou grata por me proporcionarem um “olhar” mais amplo, por me conduzirem além das aparências, e por me despertar para ver “anjos” voando em todos os lugares. 

(¹)http://www.significados.com.br/anjo   

"Baú de Fantasias" do ballet Joyce Vidal encerra o ano com muito sucesso


Por Lourdes Rizzatto e Silvestre Rizzatto

O Ballet Joyce Vidal estreou o espetáculo de final de ano "O Baú de Fantasias", na sexta (12), no Teatro do Sesi Arapiraca. A estória roteirizada e coreografada por Joyce apresenta um mago que está à procura do guardião de uma chave que tem  poderes mágicos. Quando ele encontra Esmeralda, sua busca chega ao fim. Ela descobrirá que o presente do mago abrirá as portas de um mundo fantástico.

O espetáculo conta com mais de cem bailarinos entre alunos do ballet Joyce Vidal e convidados especiais do ballet Eliana Cavalvante. No sábado (13) as apresentações serão realizadas às 17h e às 20h. Apenas a última sessão ainda conta com ingressos disponíveis. No domingo as apresentações serão às 17h e às 20h.

Veja as fotos em: http://minutoarapiraca.com.br/noticia/14858/2014/12/13/espetculo-ba-de-fantasiasencanta-pblico-do-teatro-do-sesi

Inauguração Colcci no Arapiraca Garden Shopping


Por Lourdes Rizzatto & Silvestre Rizzatto

O grupo “Via G” inaugurou na terça(09/12) a franquia da Colcci, no Arapiraca Garden Shopping. O novo empreendimento da família Tenório vem reforçar a proposta de um mix de moda de qualidade voltada a um publico que aprecia a modernidade de peças jovens e antenada com a moda.

A marca que consolidou conceitos referentes ao conforto e praticidades do jeans e, principalmente, em trazer para o dia a dia o belo das passarelas chega a capital metropolitana do agreste com grandes expectativas de vendas para as festas de fim de ano. O padrão de atendimento Via G, com certeza, será o diferencial para manter as peças da coleção “Verão 2015” como sonho de consumo do publico arapiraquense.

Veja fotos: http://minutoarapiraca.com.br/noticia/14857/2014/12/13/inaugurao-colcci-no-arapiraca-garden-shopping

Planetário é palco do Dia Internacional Contra a Corrupção


Por Lourdes Rizzatto & Silvestre Rizzatto

O dia 09 de dezembro tem sido, desde 2003, uma das datas mais marcantes para o exercício da liberdade de expressão, moralidade pública, transparência e ética devido a celebração do Dia Internacional Contra a Corrupção. A data escolhida em 2003, por ter sido o dia exato em que as Nações Unidas assinaram a histórica convenção contra a corrupção, passou a integrar o calendário da cidadania no Brasil e em países membros da ONU.

Em Alagoas, o evento pela primeira vez saiu da capital e chegou ao auditório do Planetário de Arapiraca trazendo renomados nomes como André Luiz de Mendonça, da Advocacia da União, Rosa Maria Barros Tenório, controladora-geral do estado de Alagoas, Ênio Pimenta, coordenador do Fórum de Combate à Corrupção de Alagoas - FOCCO-AL, o procurador-geral de Justiça, Sérgio Jucá, José William Gomes, chefe da CGU em Alagoas, Thiago Rodrigues de Pontes Bonfim, presidente da OAB/AL, entre outras ilustres personalidades do cenário jurídico do estado, representantes de classes sindicais, profissionais liberais, servidores públicos e adolescentes integrantes do Parlamento Jovem de Alagoas.

Na pauta do evento dois painéis trouxeram à tona a discussão sobre as brechas que levam à corrupção.  O primeiro palestrante André Luiz de Mendonça, advogado da União, abordou a efetividade das políticas publicas, das agências reguladoras e dos órgãos de controle. Brilhantemente, questionou se estamos dispostos a cumprir as leis, se há medidas efetivas de punição no Brasil e, diante do quadro atual nacional de desvio de dinheiro público, levantou mais um questionamento sobre o retorno deste dinheiro aos cofres da nação com a prisão dos envolvidos.

Ao apresentar gráficos de estatísticas do Banco Mundial sobre educação, transparência nas contas públicas, aplicação das leis, qualidade da regulação, estabilidade, violência e liberdade de imprensa, foi visto que de 2011 a 2013, de duzentos e quinze países apenas treze no mundo tiveram índices piores que o Brasil. A simples conclusão de que estamos vivendo o maior retrocesso de governança, com índices piores que há dez anos atrás, abre uma discussão maior sobre a postura do povo brasileiro e sua consciência cidadã para evitar a banalização da corrupção. Será que estamos agindo no nosso dia a dia de forma correta ou fazemos parte do “grupo de pequenos corruptos” que buscam levar vantagem ao estacionar o carro em uma vaga de idoso ou deficiente físico, ao burlar a fila ao usar de influência junto ao gerente do banco, ou... ainda temos intrínseco a convicção que o “fechamento” de um serviço para um amigo merece aquela “comissãozinha”?

O advogado da União deu “um tapa com luvas de pelica” na cara de muitos que, em boa gíria atual “se acham” senhores e senhoras ilibados e ilibadas que, na realidade, se escandalizam com o esquema “lava jato” na Petrobras, mas que se esqueceram o quão importante é se manifestar, gritar, demandar, e propor soluções objetivas e eficientes de políticas públicas como verdadeiros agentes de cidadania.

O segundo painel abordando o tema “Combate à corrupção no estado de Alagoas: atuação do MPE”, foi apresentado pelo procurador-geral de justiça Sérgio Jucá que, infelizmente, em sua bela fala não trouxe maiores esclarecimentos sobre os reais resultados alcançados, parcerias ou mesmo avanços. Na realidade, deixou a mensagem de que o combate ao que ele denominou de “trombadões” passa, principalmente, pela melhoria das condições de luta do Ministério Público.

Jucá foi enfático ao frisar que o MP em Alagoas possui 153 membros, 42 cargos vagos, 29 comarcas e 41 municípios sem um promotor titular, o que força os promotores atuarem em duas comarcas e, quase num desabafo, comentou que “são muitas as dificuldades que estão sendo superadas com idealismos”.  O incansável e polêmico caçador de corruptos também levantou a voz para falar sobre a banalização da corrupção e as falhas do poder legislativo que favorecem a ação de “trombadões”.  E de forma não menos brilhante que o primeiro palestrante, Sérgio Jucá finalizou: “É preciso que a sociedade cobre seus direitos, é preciso que os cidadãos dirijam-se aos órgãos de controle, é preciso exercer a nossa cidadania, dizer que houve assalto ao tesouro nacional ... O maior direito do cidadão é o direito à vida, à dignidade, à integridade física, o de ser feliz!”.

No evento outras autoridades também fizeram uso da palavra e citaram que os órgãos de controle estão enfraquecidos ao invés de fortalecidos, da necessidade urgente da efetividade dos Portais de Transparência, onde as contas públicas estão ao acesso da população, e do emitente empenho para o engajamento da população. Mas, o que ficou nas entrelinhas foi a alusão ao clássico romancista, dramaturgo e poeta castelhano, Miguel de Cervantes Saavedra, e seu famoso “Dom Quixote”, ao comprovar que em um evento tão significativo como este faltou a presença em massa de representantes da sociedade civil organizada, do poder legislativo, e que os únicos jovens presentes eram os integrantes do “Parlamento Jovem de Alagoas” que também está com seus dias contados por falta de apoio ao trabalho desenvolvido.

Ao colocar as duas faces de uma mesma moeda, o evento do “Dia Internacional Contra a Corrupção” foi primorosamente encerrado com o Parlamento Jovem apresentando, de forma singela, um teatro de fantoches abordando o tema educação fiscal. E mais uma vez, lendo as entrelinhas, vejo a singularidade cidadã onde o “educar” seria um agente transformador eficiente e decisivo “se” o currículo escolar trouxesse matérias transversais abordando leis e suas aplicabilidades, a compreensão de políticas públicas e dos direitos e deveres dos cidadãos eleitos através do meu, do seu, do nosso voto.   

O dia 09 de dezembro foi uma data escolhida pela ONU, mas as nossas datas devem ser diárias porque se não formos incansáveis agentes de cidadania enfraqueceremos ainda mais a luta de homens e mulheres que por trás de inúmeras siglas sejam elas MP, CGU, CGE, CGM, OAB, FOCCO, ..., travam verdadeiras batalhas em nome do que é correto e justo. Pense nisso e lembre-se: manifestar-se de forma responsável e consciente continua sendo um dos deveres mais básicos da cidadania!

Veja fotos: http://minutoarapiraca.com.br/noticia/14856/2014/12/10/planetrio-palco-do-dia-internacional-contra-a-corrupo-:

Isve Cavalcante, cidadão arapiraquense de fato e de direito


Por Lourdes Rizzatto & Silvestre Rizzatto

Registrar o radialista Isve Cavalcante recebendo o título de cidadão honorário de Arapiraca foi um momento especial, principalmente, porque este homem que é parte da história viva do rádio alagoano e do Brasil é para nós um grande e querido amigo. Temos a honra de compartilhar com todos os admiradores deste grande mestre as imagens desta solenidade histórica e o texto assinado por Claúdio Roberto, assessor de comunicação da Câmara de Vereadores de Arapiraca, que soube “narrar” com profissionalismo todo o transcorrer da cerimônia.

Isve, temos a certeza que seu coração sempre foi arapiraquense. Parabéns por este valoroso reconhecimento...

Aos internautas que acompanham o Click Due deixamos o texto de Claúdio Roberto.

"Emoção e lágrimas na Câmara Municipal de Arapiraca marcam homenagem ao radialista Isve Cavalcante..."

Por Claudio Roberto

Numa solenidade cheia de emoções nos pronunciamentos dos oradores e na presença de dezenas de comunicadores de todas as emissoras de Arapiraca, a Câmara Municipal de Arapiraca realizou na noite da quarta-feira (26), sessão solene para homenagear com o título de Cidadão Honorário de Arapiraca o radialista Isve Cavalcante, autoria da presidente da Casa, Gilvania Barros.

Ao justificar a homenagem, a autora do projeto ressaltou os 40 anos de profissão de Isve Cavalcante. Destacou a sua preocupação com a informação e a sua passagem por emissoras de vários estados do país, sendo reconhecido nacionalmente pela sua dedicação e pela participação direta na campanha do ex-presidente Fernando Collor à presidência da República.

Gilvania Barros disse que o homenageado sintetiza o profissionalismo na luta por um mundo mais justo. Ela falou da extensa biografia de Isve Cavalcante, citando como exemplo, a primeira emissora em que ele atuou, a Rural de Petrolina, quando em tom de brincadeira disse que não era a rural de Zé Oliveira, citada no programa Show de Notícias - uma menção aos jogadores do ASA quando não jogam bem.

Ao concluir, Gilvania Barros disse que ao se tornar oficialmente o mais novo filho de Arapiraca, Isve Cavalcante recebe também de todo o povo as homenagens, extensivas ainda à sua esposa Sonia e aos filhos Orlando Augusto e Joane Vander que podem se orgulhar de toda esta trajetória vitoriosa de um grande profissional da comunicação, não apenas de Arapiraca, mas de todo o estado de Alagoas.

O radialista e secretário de Esportes de Arapiraca, Nelson Filho, foi outro que falou do profissional Isve Cavalcante, afirmando que o homenageado defendia os interesses de Arapiraca, até lutando contra as injustiças.

Nelson Filho fez questão de frisar que a prova da homenagem era tão justa que a solenidade contava com a presença de 12 dos 15 vereadores que foram prestigiar o evento.  O empresário e diretor da 96 FM, Marcelino Alexandre, ao falar sobre o profissional Isve Cavalcante, fez questão de lembrar a pontualidade do homenageado que chega todos os dias à emissora às quatro meia da manhã.

Marcelino Alexandre também enalteceu a experiência de Isve Cavalcante ao afirmar que em seus programas ele está sempre atualizado sobre os fatos ocorridos em todo o mundo, tendo  desde o acidente nuclear ocorrido na usina de Chernobyl, Ucrânia, em 1986, até a hora da morte do presidente Tancredo Neves, no dia 12 de abril de 1985.

Ao agradecer a homenagem, Isve Cavalcante fez questão de citar que um dos sentimentos mais nobres do ser humano é o da gratidão, e agradeceu aos empresários Marcelino Alexandre e Raulene Pereira por abrirem as portas de sua emissora para que ele pudesse mostrar o seu trabalho.

Ele ainda agradeceu aos escritores, Judá Fernandes e Almira Fernandes, que no livro a Saga da Rádio Novo Nordeste citam seu trabalho na comunicação alagoana. Ele também agradeceu aos amigos da Tabosa Publicidade, de saudosa memória, da Sinos Publicidade e Jarbas Lúcio pela acolhida ao chegar em Arapiraca.

Bastante emocionado, e em certos momentos sem poder controlar as lágrimas, Isve Cavalcante disse que entre os prêmios que recebeu em Arapiraca, desde quando chegou de Caruaru, os mais importantes foram três medalhas de ouro que ele cuida com muito amor, ao se referir à esposa Sonia Cavalcante e aos filhos Orlando Augusto e Joane Vander.

Ele disse que dividia aquela homenagem com os companheiros da 96 FM que todos os dias, a partir das 5 horas da manhã, levam as informações aos seus milhares de ouvintes, os principais responsáveis pelo seu trabalho.

Isve Cavalcante encerrou agradecendo aos vereadores pela homenagem, afirmando que estava feliz em se tornar o mais novo filho de Arapiraca e, a partir de agora, tem dois títulos: um de eleitor e outro de Cidadão Honorário de Arapiraca.


 

 

Manoel Tenório lança "Diverso", sétimo CD da carreira


Por Lourdes Rizzatto & Silvestre Rizzatto

A noite do dia 28 de novembro trouxe um momento muito especial na carreira de Manoel Tenório com o lançamento de seu sétimo CD no Clube dos Fumicultores, em Arapiraca. “Diverso” traz quatorze músicas, sendo dez de autoria do próprio Manoel e uma em parceria com o saudoso poeta Otávio Maia.

“Diverso” coloca o melhor da maturidade musical de Manoel Tenório a disposição dos amantes da boa música e traz uma ficha técnica com músicos arapiraquenses de alto gabarito, que dá o arremate perfeito para este projeto que tem coração e alma genuinamente arapiraquense.

A sessão de autógrafos que aconteceu após o show teve um ar mais intimista entre o cantor e sua fiel plateia, deixando nas entrelinhas do evento a mensagem explicita de Manoel Tenório, onde o grande mestre de ritmos brasileiros afirma “ Eu, enquanto vida tiver, e fôlego possuir, quero expandir meu canto, espalhando canção pelo ar”.

Veja fotos em: http://minutoarapiraca.com.br/noticia/14810/2014/11/29/manoel-tenrio-lana-diverso-stimo-cd-da-carreira

Nova fase do ASA com sangue jovem na diretoria


Por Lourdes Rizzatto & Silvestre Rizzatto

A noite de primeiro de dezembro de 2014 ficará lembrada na história do alvinegro arapiraquense pelo momento em que a garra da juventude foi oficialmente empossada e credenciada a injetar motivação, determinação e novos rumos para o biênio 2015/2016 do glorioso e atualmente sofrido ASA. A cerimônia que aconteceu no auditório da OAB/Arapiraca contou com a presença de antigos diretores, autoridades, imprensa local e, principalmente, torcedores que acompanham o clube de forma incondicional.

A sede por mudança de postura foi evidenciada na fala do novo presidente Bruno Euclides ao colocar a situação financeira delicada do “Gigante de Arapiraca”. E a conclamação do envolvimento da torcida para contribuir de forma efetiva ressaltou o quanto neste momento de crise a maior aliada da Agremiação Sportiva Arapiraquense será a torcida fiel.

O vice-presidente do Conselho Deliberativo, Elder Lopes, frisou que este novo grupo que assume os destinos do ASA além do desafio tem também uma grande oportunidade para dar a sua contribuição ao time que todos aprenderam a amar desde criança. O que ficou evidente na fala de Elder é que todos farão o que for necessário para resgatar não só a confiança do torcedor, mas principalmente dar condições aos atletas e comissão técnica de fazer um trabalho voltado à conquista de novos títulos estaduais e o retorno à série B do campeonato brasileiro.

 “O amor à camisa” foi o que ficou explícito no discurso do promotor José Ventura, nas colocações de Fabrício Almeida e de Igor Castro. Um amor alinhavado com muito planejamento, com decisões que poderão criar futuramente controvérsias devido a sua austeridade, mas que a curto prazo visa envolver e mobilizar, seja através de campanhas de marketing para levantar fundos para o pagamento da folha de dezembro, seja para concretizar a entrega do centro de treinamentos do alvinegro.

A posse da diretoria executiva trouxe mais que renovação, trouxe o olhar do futuro respeitando o passado de homens que deram o “melhor” de si ao time do coração. Mas, principalmente, representa o “sangue” de quem, literalmente, saiu das arquibancadas para comandar de forma “pensante” os rumos de uma nova era.

Veja as fotos: http://minutoarapiraca.com.br/noticia/14794/2014/12/02/nova-fase-do-asa-com-sangue-jovem-na-diretoria

 

Teatro encanta o público no ginásio do Colégio São Francisco na segunda noite da BIENART


Por Lourdes Rizzatto & Silvestre Rizzatto

A segunda noite da Bienal de Arte do Colégio São Francisco – BIENART apresentou aos visitantes projetos artísticos e literários. O ponto alto do evento emocionou a plateia que lotou o ginásio de esportes que foi transformado em um grande teatro para a apresentação de musicais adaptados de contos da literatura infantil.

Neste sábado, última noite do evento, as exposições estarão abertas à visitação a partir das 19h, e os espetáculos musicais a partir das 19h30. A entrada é gratuita.

Veja as fotos: http://minutoarapiraca.com.br/noticia/14776/2014/11/29/teatro-encanta-o-pblico-no-ginsio-do-colgio-so-francisco-na-segunda-noite-da-bienart

 

Alunos lançam livro em noite de autógrafos no Colégio São Francisco


Por Lourdes Rizzatto & Silvestre Rizzatto

Uma noite especialmente festiva para cinquenta e um alunos do sexto ao nono ano do ensino fundamental, e do primeiro e segundo anos do ensino médio do Colégio Normal São Francisco de Assis, de Arapiraca, foi a quinta-feira (27), com o lançamento do livro “Antologia – Arte e Literatura: Uma janela aberta para a imaginação e a criatividade”.

A noite de autógrafos foi aberta em um grande evento que contou com a mestre de cerimônia Vânia Guedes, ex-aluna e ex-coordenadora do colégio. A anfitriã do evento Irmã Estella Alves de Araújo agradeceu a presença de todos falando sobre a importância da terceira edição da Bienal de Artes – BIENART, que apresenta os projetos artísticos e literários vivenciados pelos alunos do Colégio São Francisco. “Hoje estamos dando continuidade à BIENART com esta noite de autógrafos, mas esta noite também é a culminância da exposição dos trabalhos de pesquisa dos alunos da educação infantil, que realizaram suas apresentações dia 20 deste mês abrindo oficialmente a BIENART”, informou irmã Estella.

Personalidades do município também fizeram uso da palavra, entre elas a professora Iêda Fernandes que prefaciou a coletânea de textos que compõem o livro, e o médico Felipe Amorim que deu um depoimento sobre a importância da relação escola e família para a formação das crianças e adolescentes. Palestra ministrada pela professora Katia Albuquerque, consultora pedagógica da Plurie Educacional também reforçou junto aos convidados a importância da literatura na educação dos jovens.

Uma surpresa entre os jovens escritores foi o sorteio de um “tablete” doado pela empresa Plurie Educacional e a grande vencedora foi Beatriz Lino. Após o sorteio um coquetel foi servido aos convidados e os jovens escritores autografaram o livro em oferecimento aos amigos e familiares.

Veja fotos: http://minutoarapiraca.com.br/noticia/14775/2014/11/28/alunos-lanam-livro-em-noite-de-autgrafos-no-colgio-so-francisco


Click Due