Postagens


Carnavalzinho de Petequinha e Florzinha encerra as prévias do Folia de Rua


Por Lourdes Rizzatto e Silvestre Rizzatto

O domingo (19) ficou marcado por tornar o Bosque das Arapiracas o “QG” da alegria e da animação de todas as idades. No comando da terceira edição do Carnavalzinho, os palhaços Petequinha e Florzinha levaram mais de mil foliões a reviverem hits infantis atuais e antigos no ritmo do frevo e do axé. Foram mais de duas horas de pura diversão e energia, mostrando que em família os pequenos encerraram com “chave de ouro” a 13ª edição do Folia de Rua de Arapiraca.

O percurso de quinhentos metros do Ginásio João Paulo II à Fonte Luminosa do Bosque das Arapiracas trouxe fantasias coloridas, caracterizações, confetes, serpentinas, chuva de spray, apitos, buzinas... que tornaram a festa ainda mais vibrante. A presença da Rainha da Pestalozzi Maria Vitória e da Rainha do Folia de Rua Fernanda Duarte mostrou que neste reinado momesco a inclusão social fez toda a diferença.

Uma coisa é certa, o carnavalzinho só aconteceu porque o poder público e a iniciativa privada acreditaram que as prévias carnavalescas do município são para a família arapiraquense. Brincar com segurança, paz e infraestrutura tornou o evento um grande sucesso, então até o Folia de Rua 2018!

Apoio/ Patrocinadores

O evento que contou com o apoio da Prefeitura de Arapiraca, através da Secretaria de Cultura, Lazer e Juventude, SMTT, além da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros também foi abraçado por empresários, empresas locais e imprensa (Boutique Morena Bella, Jakeline Beringuel, Wanderson Oliveira, Arapiraca Garden Shopping, Click Due, site7segundos, Rádio Pajuçara FM), além dos patrocinadores: Popular Alimentos, Zoopark, Deputado estadual Rodrigo Cunha, @Treloso, @Oops, Escola Santa Catarina, Escola Santa Clara, Colégio Êxito, Stela Tour, Estampaê Personalizados

 

Folia de Rua leva o frevo para milhares de foliões no Bosque das Arapiracas


Por Lourdes Rizzatto e Silvestre Rizzatto

O esperado momento do desfile dos blocos do Folia de Rua 2017 aconteceu na tarde do sábado (11) para a felicidade dos foliões arapiraquenses, ainda sob o clima vibrante da noite anterior no Mercado do Artesanato. O evento da sexta feira (10) resgatou o concurso da Rainha e do Rei Momo do Folia de Rua, trouxe a emoção da homenagem “in memorian” a Miguel de Oliveira Santos, com a dedicação desta edição do Folia de Rua ao maestro, e levantou a bandeira da inclusão ao convidar o Rei Momo e a Rainha da Pestalozzi para abrilhantar o evento.

A palavra de ordem foi “alegria, alegria e alegria” e, ao que parece, todos entenderam o recado e personificaram esta palavra de sete letras em gestos de vibração, gentilezas, união compartilhada e muita animação. O tradicional frevo entrou no percurso de dois quilômetros do corredor da folia no Bosque das Arapiracas para reafirmar a vocação da cidade para grandes eventos, e reforçar que o povo da “Terra de Manoel André” se diverte com a família.

A concentração iniciou a partir das 15h, no Parque Ceci Cunha, com um “esquenta” comandado pela banda Affarra. A abertura oficial, às 17h30, pelo secretário de Cultura, Lazer e Juventude Silvestre Rizzatto, representando o prefeito Rogério Teófilo, e pelo deputado estadual Rodrigo Cunha, deu a largada para a comissão de frente abrir o corredor da folia com muita animação dos Reis Momos Cristovam Moreira e Renato Chaves (da Pestalozzi de Arapiraca) e das Rainhas do Folia de Rua, Fernanda Duarte e Maria Vitória (da Pestalozzi de Arapiraca.

O percurso ao longo do Bosque foi animado por catorze blocos e suas orquestras de frevo. Os foliões mantiveram a tradição de Arapiraca ser uma terra festiva e segura. Segundo a coordenação do evento nenhum incidente foi registrado, tanto na área do Parque Ceci Cunha, quanto no Bosque. Os blocos “indoor”, que iniciaram seus shows após o término dos desfiles dos blocos com as orquestras de frevo, também abrilhantaram o evento com a participação de bandas e cantores de sucesso. O bloco “Sou Formando” trouxe Cavaleiros Prime, Robertinho na Pisada e Dé Boy Nascimento. Já o bloco “Kihei”, em seu “indoor”, empolgou os foliões com Parangolé, Tony Salles, Marreta You Planeta e Márcio Dhuka. O camarote da Unimed também levou o “Pagode da Amizade” para animar os foliões.

A Rainha Fernanda Duarte e uma comissão da Secretaria de Cultura, Lazer e Juventude deram as boas-vindas aos cantores convidados e aos foliões dos Blocos Indoor “Sou Formando” e “Kihei”. Neste último a Rainha mostrou todo o seu charme ao dançar no palco com o cantor do Marreta You Planeta.  

A presença de policiais militares do Pelopes e da Cavalaria, além de guardas municipais e autoridades de trânsito da SMTT permitiu que foliões de todas as idades brincassem com segurança e tranquilidade. O secretário Silvestre Rizzatto informou que cento e cinquenta profissionais entre PM, guardas municipais e SMTT deram apoio ao evento, e que este efetivo foi de fundamental importância para garantir o sucesso do evento.

Uma coisa é certa, essa 13ª edição deste lindo evento “Folia de Rua 2017” ficará marcada pelo resgate do concurso da Rainha do Folia de Rua, pela iniciativa de inclusão, pela justa homenagem ao Maestro Miguel de Oliveira Santos e pela nova forma de diálogo entre o poder público com a Liga dos Blocos. Iniciativas que aproximaram as famílias arapiraquenses da grande prévia carnavalesca da cidade e, principalmente, contribuíram para iniciar novos laços entre a nova gestão municipal e o povo festivo desta terra.

Palhaço Mixuruca faz uma linda viagem pelo lúdico folclore brasileiro


Por Lourdes Rizzatto & Silvestre Rizzatto

Uma linda viagem pelo lúdico folclore brasileiro foi o que apresentou o palhaço Mixuruca em seu espetáculo de teatro de mamulengo, em plena tarde de domingo na praça de alimentação do Arapiraca Garden Shopping, no último dia 15.

Olhares atentos de crianças e adultos, sorrisos roubados de forma tão espontânea encaixaram com perfeição no clima criado para ensinar os pequenos através de brincadeiras. O saci, o curupira, o lenhador, o lobo e o boi fizeram parte de um enredo narrado pelo palhaço Mixuruquinha que trouxe o perdão como maior mensagem do dia.

O encantamento não se dissipou ao término do espetáculo. A pureza e a felicidade de estar ao lado de Mixuruca deixou claro que mesmo sem saber o significado de ídolo, aqueles pequenos estavam experimentando a adorável sensação de ser um fã.

Ver a união e a parceria de Júnior Silveira e Nelsinho Silveira para mostrar a arte clown e a herança da Turma do Biribinha trouxe-me a certeza que sonhos são entregues como presentes quando se doa alma a um personagem, mesmo que este seja um simples boneco de pano.

A maior dádiva do dia foi a celebração da vida, da alegria, do sonho, da felicidade de poder eternizar nas lembranças o que nos faz sorrir. 

Balluá e Click Due, uma parceria repleta de muitos cliques e emoção


Por Lourdes Rizzatto e Silvestre Rizzatto

O momento em que a pose e o sorriso, espontâneos ou produzidos, revelam um pouco do eu de cada criança, de cada intenção de cumplicidade com os pais, com avós, tias, ou simplesmente o desejo de ser um modelo ou uma modelo a ser clicada, também deixa nas entrelinhas o recado que um book pode trazer muito mais do que um simples registro fotográfico, ele pode  transmitir uma entrega que não tem preço quando o assunto é felicidade.

Este ensaio fotográfico feito no final de setembro de 2016, através de um projeto desenvolvido em parceria com a loja Balluá, está sendo postado como “flash back” por trazer em sua essência o que desejo, não só para mim, mas para todos em 2017.

Neste ensaio encontrei harmonia entre pessoas, ambientes, objetos... Encontrei troca de amor em gestos e palavras, vi a criatividade aflorar e a timidez ser vencida em nome da realização de um desejo para alguns e um sonho para muitos. Me encantei com sorrisos espontâneos, com deliciosas brincadeiras, com a verdade e a naturalidade de pequeninos, e com o charme e graça de outros jovens não tão pequeninos assim que, independentemente da idade cronológica, souberam realizar uma entrega de corpo e alma deixando fluir sentimentos, luz e emoção.

Espero que você, caro leitor, possa encontrar na releitura deste ensaio o que meus olhos enxergaram, o que meu coração sentiu e o que minhas lentes tentaram transmitir. 

Reveillon Sierra, uma confraternização totalmente exclusiva!


Por Lourdes Rizzatto e Silvestre Rizzatto

A cada virada de ano há sempre a busca de confraternizar fazendo valer a energia positiva que surge ao nascer do novo ano. Foi neste clima familiar que os irmãos Liberto Júnior e Nayara Marques abriram as portas do Residencial Sierra para o primeiro “Reveillon Exclusive” de Arapiraca. E o local não poderia ser mais charmoso, o único heliponto de um residencial em Alagoas.

Um grupo seleto de duzentas pessoas brindaram e celebraram com total segurança, conforto e animação a chegada de 2017. A programação cultural comandada por Dona Flô (Jéssica Tenório) e Banda, Lennon Menezes e DJ Touro foi aprovada por todos. A queima de fogos encantou a todos, e a decoração que uniu requinte e bom gosto ganhou um toque de glamour com a deliciosa mesa de frios e de café da manhã assinada pelo Buffet Talentos.

O cerimonial e o excelente serviço de atendimento dos garçons reforçaram que eficiência e gentileza podem caminhar juntas para tornar um evento sinônimo de sucesso. Na festa em que crianças puderam brincar livremente em seu castelo de fantasias, e adultos que soltaram sua energia de criança dançando toda a madrugada, só resta aplaudir tanto a quem organizou este momento,quanto a todos que de forma primorosa tornaram este evento impecável e inesquecível.  

Temos que registrar, de forma especial, a homenagem carinhosa que o empresário Liberto fez a Silvestre Rizzatto ao convidar todos para cantar os parabéns ao aniversariante do dia 31, e a Jéssica Tenório pela emoção e carinho. A ambos o nosso muito obrigado. Tenham a certeza que esse momento ficará guardado em nossos corações eternamente.

Novo elenco do ASA leva uma multidão ao Arapiraca Garden Shopping


Por Lourdes Rizzatto e Silvestre Rizzatto

Que o futebol é paixão nacional todo mundo sabe, e com o alvinegro arapiraquense não seria diferente.  Na noite da quinta (15), mais do que paixão, o amor dos filhos da “Terra de Manuel André” por seu ASA GIGANTE pode ser comprovada com a invasão da praça de alimentação do Arapiraca Garden Shopping para a apresentação do elenco para 2017, e dos novos uniformes assinados pela NUMER.

A diretoria executiva e deliberativa da Agremiação Sportiva Arapiraquense e o presidente, radialista Nelson Filho, subiram ao palco para se apresentarem à sociedade arapiraquense, em uma demonstração de união, força e motivação para a temporada de 2017. Os atletas, pela primeira vez, puderam sentir de perto o calor da torcida ao enfrentar a “passarela” montada para dar mais brilho aos contratados.

Um telão gigante de “led” exibiu as marcas dos patrocinadores reforçando o compromisso do empresariado local com o time da terra. Os atletas encararam o “estilo manequim e modelo” para apresentar os novos ternos oficiais (para as competições, de treino e de viagem) e o público aprovou, tanto a performance dos jogadores quanto o novo visual para o “manto sagrado”.

A grande novidade para a temporada de 2017 foi a aposta na torcida feminina. Com ternos que valorizam as curvas, meiões charmosos e camisas avulsas que reportam ao estilo americano de investir em numerais, as meninas ganharam um enorme 52, referente ao ano de fundação do ASA, além de um escudo que brinca com fontes gigantes valorizando de forma contemporânea o estilo da mulher que vai ao campo produzida e linda. Ao que tudo indica ... a nova roupagem está aprovadíssima.

A noite voltada ao “Alvinegro” também contou com a reinauguração do quiosque oficial da agremiação. Além dos uniformes e peças que compõem o vestuário da torcida, copos e canecas com o escudo do time também fazem parte do mix de objetos voltados aos amantes do ASA de Arapiraca.

Uma coisa é certa... a torcida compareceu para prestigiar jogadores, comissão técnica, o presidente, os diretores, e para comprar a marca ASA. A imprensa local também chegou junto para divulgar esta nova jornada que se inicia. Agora é respirar fundo e começar o novo ano com o pé direito porque a maior motivação para um atleta é ter uma torcida fiel, e isso, com certeza, ficou explícito que a Agremiação Sportiva Arapiraquense tem, e que pode contar com ela.

 

 

 

Papai Noel emociona usuários da Pestalozzi na confraternização de final de ano da instituição


Por Lourdes Rizzatto e Silvestre Rizzatto

A Associação Pestalozzi de Arapiraca realizou na manhã da quarta (14), no Clube dos Professores, a festa de confraternização de final de ano da instituição. Cento e vinte famílias participaram do evento que contou com apresentações culturais e com a presença do Papai Noel para a distribuição de presentes.

Alunos do Centro de Atendimento Educacional Especializado da Pestalozzi – CAEEP emocionaram familiares e convidados ao apresentar números de dança que trouxeram a importância da união no natal e da inclusão social. Os palhaços Petequinha e Florzinha envolveram o público com a peça “O boi e o burro no caminho de Belém”. A apresentação encerrou com “chave de ouro” o projeto cultural de voluntariado que a dupla desenvolveu durante o ano na instituição.

O Ponto alto da festa de confraternização trouxe, através da parceria com o Arapiraca Garden Shopping, o Papai Noel para a distribuição de presentes que foram doados por amigos e familiares de colaboradores da Clínica Luiz Felipe Alves Pereira e do CAEEP, além de empresários do município de Arapiraca. Mais de duzentas crianças, adolescentes e adultos assistidos pela instituição receberam brinquedos entregues por Papai Noel.

A Pestalozzi de Arapiraca também entregou cento e vinte cestas básicas aos familiares dos usuários cadastrados na instituição. O apoio de padarias parceiras também garantiu o lanche que foi servido a todos.

Sobre a Pestalozzi de Arapiraca

Atualmente a instituição atende a mais de seiscentos pacientes na Clínica Luiz Felipe Alves Pereira. Os usuários são provenientes da 2ª Macrorregião de Saúde composta por municípios da região agreste, sertão e alto sertão de Alagoas. O Centro de Atendimento Educacional Especializado da Pestalozzi atende a quase noventa alunos da rede municipal de ensino, no contra turno escolar.

 

Arapiraca e mais nove municípios recebem o Selo Unicef Município Aprovado – Ed.2013-2016


Por Lourdes Rizzatto e Silvestre Rizzatto

O Teatro do Planetário e Casa de Ciência de Arapiraca sediou na manhã da terça (13), o encerramento do Selo Unicef Município Aprovado – Edição 2013-2016, no semiárido. Dez municípios alagoanos que implementaram avanços que garantiram melhor qualidade de vida à crianças e adolescentes nas áreas de saúde, educação, proteção e participação social ganharam reconhecimento internacional com a premiação.

O evento deixou claro a que veio. Logo no hall de entrada do Planetário, cinco municípios apresentaram em stands ações exitosas no que se refere à primeira infância: AGAPI (Arapiraca), educação (Teotônio Vilela), proteção social (Delmiro Gouveia) e participação de adolescentes (Taquarana e Limoeiro). No teatro, a cerimônia oficial foi pura emoção com a presença dos gestores municipais, articuladores e membros dos comitês do Selo do Unicef de cada município, bem como adolescentes do NUCA (Núcleo de Cidadania dos Adolescentes), além de representantes da OAB, educadores e autoridades.

Crianças do coral “Pequenos Tons” e do Núcleo de Apoio às Escolas em Tempo Integral realizaram apresentações artísticas reforçando que arte e cultura são elementos de transformação e socialização. O pequeno mestre de cerimônias Ícaro Inácio Silva Santos, de 12 anos, assumiu com maestria o posto de Max Farias durante o momento cultural, e conquistou a todos com a sua desenvoltura e presença de espírito.

Na solenidade os municípios de Água Branca, Campo Alegre, Estrela de Alagoas, Girau do Ponciano, Igaci, Junqueiro, Novo Lino, Pariconha, São Miguel dos Campos e União dos Palmares, que não conquistaram esta edição do Selo Unicef, foram homenageados com “Menção Honrosa”. O ponto alto do evento foi a certificação dos prefeitos, realizada pelo coordenador do Unicef no semiárido, Robert Glass.

Conquistaram o Selo Unicef Município Aprovado – Edição 2013-2016 os municípios de Arapiraca, Coité do Nóia, Delmiro Gouveia, Limoeiro de Anadia, Palmeira dos Índios, Piranhas, Quebrangulo, São Sebastião, Taquarana e Teotônio Vilela. Ao todo vinte e cinco municípios alagoanos participaram desta edição, e a metodologia de avaliação do Selo Unicef incluiu ações estratégicas (o que os municípios precisam realizar) e indicadores de impacto social (os resultados que os municípios precisam melhorar) que envolvem sete direitos: de sobreviver e se desenvolver; de aprender; de proteger-se e ser protegido do HIV/AIDS; de crescer sem violência; de ser adolescente; de ser prioridade nas políticas públicas; de brincar, praticar esportes e se divertir.

Arapiraca conquista pela terceira vez o Selo de Município Aprovado. A primeira conquista foi na edição 2005-2006, depois na edição 2009-2012 e agora referente a edição 2013-2016. Entre as políticas públicas que contribuíram para a conquista estão o projeto AGAPI – Arapiraca Garante A Primeira Infância, que tornou-se Lei Municipal, a redução da mortalidade infantil no município, o aumento das consultas pré-natal, a criação do Núcleo de Cidadania dos Adolescentes (NUCA), ações de prevenção ao trabalho infantil, redução dos índices de evasão escolar e garantia ao acesso escolar, entre outras ações que estão indiretamente ligadas à redução dos índices de vulnerabilidade e exclusão, como saneamento básico e atenção básica de saúde.

 

Unicef

(por assessoria)

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) atua em cento e noventa países e territórios. O Selo UNICEF Município Aprovado é uma iniciativa para estimular os municípios a implementarem políticas públicas para diminuir as desigualdades e garantir os direitos das crianças e dos adolescentes previstos na Convenção Internacional sobre os Direitos da Criança e no Estatuto da Criança e do adolescente (ECA)

 

 

 

Pascoal grava DVD na Ilha de Santa Rita com a participação de cantores alagoanos


Por Lourdes Rizzatto & Silvestre Rizzatto

A carreira meteórica do cantor arapiraquense Pascoal contabiliza mais um momento de sucesso profissional com a gravação do seu primeiro DVD, na quinta (08), na Ilha de Santa Rita, no município de Marechal Deodoro.  Assim como fez Wesley Safadão ao gravar seu DVD no quintal de casa com amigos convidados, Pascoal também optou pelo aconchego familiar, e com as bençãos da tia, proprietária da casa às margens da Lagoa Manguaba, Pascoal reuniu sete amigos cantores alagoanos e fãs para uma grande festa que trouxe vários estilos musicais mas, com certeza, contou com a “sofrência” como carro-chefe.

Nesta postagem do Click Due o objetivo é trazer o clima fraternal, valorizando a família do cantor Pascoal (mãe, pai, irmãos, avós, tios) que compreendeu que um promissor engenheiro pode apostar em um sonho de menino que reverbera no seu coração, e de tantos outros que respiram sua musicalidade.

O menino Pascoal que se apaixonou por música aos sete anos, que passou a adolescência compondo e tocando na banda do irmão vocalista Ivacy Júnior ..., o menino que aprendeu a tocar violão, cavaquinho e sanfona e que tempos depois colocou seus planos de artista em uma gaveta para escrever seu destino rumo à universidade, em busca da realização profissional como engenheiro na capital paulista... Esse menino acordou ao reabrir a “gaveta do passado”, e para alegria pessoal passou a reescrever uma nova história na vida de toda a família.

O primeiro CD “Tem Dúvida?”, lançado em maio de 2015, chegou rapidamente às rádios trazendo três sucessos: Tem Dúvida?, Amor Proibido e Sonho de Amor. O segundo, gravado ao vivo no Arraiá dos Pocas, em junho deste ano, consolidou a relação do cantor Pascoal com o público arapiraquense e chamou mais fãs para acompanhar a sua carreira. O irmão vocalista passou a ser empresário e produtor, e toda a família seu principal “Fã Clube”. Essa admiração familiar ficou explícita na gravação do DVD quando o avô Pascoal subiu ao palco, quando o filho de Pascoal, Leandro Miguel, deu uma “canja” ao lado do Pai e do cantor Galãzinho, e quando a irmã Isaura sentou na ponta do palco para sentir de pertinho a energia do irmão e do sobrinho.

Esta postagem tem cara de uma festa de família e de amigos que mesclam “selfies” para dizer “tamu aqui”, todo mundo “junto e misturado” e, assim, nos misturamos eu e Silvestre Rizzatto neste lindo momento para dizer que também fazemos parte do Fã Clube Pascoal!

Os primos Letícia, Felipe e Lucas recebem a primeira comunhão na Igreja N Srª de Lourdes


Por Lourdes Rizzatto & Silvestre Rizzatto

A tarde do sábado (12) teve um significado especial para as famílias Nascimento Albuquerque Amorim, Amorim Mendes e Amorim Maurício com a primeira comunhão de Letícia, Felipe e Lucas. A cerimônia foi realizada pelo padre Antenor na igreja de Nossa  Senhora de Lourdes, no bairro São Luís I, em Arapiraca.

A celebração cristã, para estas famílias, traz a renovação das promessas feitas no batismo pelos pais e padrinhos que, agora, é verbalizada por estes pré-adolescentes que compreendem o significado do sacrifício de Jesus Cristo para que o ser humano preserve a união da alma com Deus e, assim, possa alcançar a salvação..., a vida eterna.

O maior aprendizado, ao meu ver, foi o despertar da fé, através do “conhecer” Deus, para que a vida passe a ter um significado maior, onde a bondade, a caridade, o respeito ao ser humano possam gerar atos voluntários de sorrisos, de sonoros bom dia, até mesmo a quem não se conhece. Abrir o coração para Deus é saber que podemos fazer o bem sem olhar a quem, com pequenos gestos cidadãos (ajudar um idoso a atravessar a rua, ou ceder o lugar a uma gestante, agradecer a quem nos atende na padaria, supermercado, no posto de combustível...).

É preciso exercitar os ensinamentos de Jesus e, principalmente, entender que não podemos dar uma “flor” e esperar sorrisos, um obrigado..., se sentimos o desejo de dar uma “flor” vamos fazê-lo por amor, por carinho, por amizade, por respeito, não para ter algo em troca. Temos que praticar diariamente o bem para passarmos a sentir o “Deus que habita em nós” e, assim contribuir com a nossa parcela para que esse mundo seja mais humano, honesto e justo.

O que as catequistas Josefa, Joana e Eliane ensinaram ao longo de mais um ano foi além das passagens bíblicas. Elas deixaram nestes jovens cristãos a mensagem de que a “eucaristia” é um ritual de sacramento e sacrifício (ao tornar pão em corpo, e vinho em sangue) realizado por Jesus na última ceia e, com este gesto, “o filho de Deus” nos deu a possibilidade de conhecer o Pai Eterno para  sermos salvos de nossas aflições, de nossos medos, de nossas limitações, pois temos um Deus para crer, para confiar, para nos proteger.

Esta mensagem foi reforçada por padre Antenor que de forma acessível aos corações falou de um Deus presente, que podemos e devemos confiar, pois ao nos amparar Ele nos fortalece e nos reconduz para que possamos superar as adversidades. Ao ver os primos Letícia, Felipe e Lucas atentos às palavras proferidas pelo padre, tive a certeza que realmente uma nova jornada cristã havia iniciado para estes três jovens e para todos aqueles que estavam atentos à palavra de Deus.

Foi emocionante ver e sentir o interesse desses jovens por um Deus fortalecedor e Pai presente. Foi tocante o ritual da cerimônia e o envolvimento das famílias para tornar marcante essa data. Este foi um daqueles momentos em que a mesma emoção da celebração também foi levada ao lar. Mais do que bolo e lembrancinhas, o momento em família veio repleto de um Deus que abençoa através da natureza, de gestos carinhosos, do compartilhar... É o exercício dos ensinamentos de Jesus de uma forma intrínseca, explícita e natural que só me resta dizer, obrigada por permitir que eu e Silvestre Rizzatto registrássemos esse momento cristão e de intimidade familiar!

 


Click Due